Mais um contributo para o desemprego

Governo recusa adiar salário mínimo de 500 euros em 2011

Verdade seja dita, apesar dos protestos nada obrigava as conferações patronais a assinar esta idiotice. Mas os principais prejudicados serão aqueles que o acordo tencionava beneficiar.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: