O custo da gratuitidade das novas tecnologias

“O Fim da Privacidade” de Fernando Gabriel (Diário Económico)

Tal como a difusão dos ‘scanners’ corporais é facilitada pela recusa geral de medidas que possam ser consideradas discriminatórias, também não é possível inocentar os consumidores, que pretendem ligações mais rápidas mas recusam-se a pagar pelo aumento da qualidade do serviço sob a forma de preços mais altos. Os fornecedores e companhias de marketing encontraram uma solução: compensar o diferencial entre receitas directas e custos através de receitas de publicidade. O preço “escondido” é a perda de privacidade.(…) [H]á uma escolha a fazer entre a protecção da privacidade e a adesão incondicional aos brinquedos tecnológicos e essa escolha revela se pretende ser tratado como adulto ou como criança. E as crianças não devem ter segredos.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: