Não digam que não vos avisei

Uma eventual união fiscal (e política) nunca será realizada em termos igualitários (*). Como lembrou em tempos Manuela Ferreira Leita, quem paga manda. A perda de soberania será considerávelmente assimétrica e (esta sim) irá causar perigosas tensões e despertar nacionalismos muito pouco saudáveis(**).

(*) Mas primeiro terá que ser aceite pelos eleitores alemães o que não parece ser um dado nada adquirido;
(**) Um factor de risco adicional é euro-entusiasmo que, com raras e honrosas execpões, é transversal a todos os partidos democráticos. Como regra, o euro-cepticismo (tal como a imigração) foi “empurrado” para os extremos que nele encontra um terreno fértil para crescer.
Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: