O deputado Saldanha Galamba é instado a informar-se sobre o “crowding out” (2)

Camilo Lourenço escreve acerca do correctivo aplicado pelo governador do Banco de Portugal ao deputado Saldanha Galamba

João Galamba é dos mais bem falantes do PS. Mas falar bem não é sinónimo de competência. E Galamba, a quem Carlos Zorrinho, no Facebook, chamou de um dos mais promissores da nova geração do PS (o que diz bem do estado do partido…) só se pode queixar de si próprio: nadou para fora de pé… sem bóia. O que disse na AR foi um disparate, como outros que já havia dito nas interpelações a Vítor Gaspar. Galamba e outros deputados podem interpretar o incidente de duas formas: amuarem ou perceberem que não podem falar, na AR ou noutro sítio, sem estudar as matérias. Discutir seriamente os assuntos é uma coisa; “mandar bocas” é outra. É por haver demasiados políticos a “mandar bocas” que o país está falido.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Trackbacks

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: