Uns tipos porreiros

Os khmers vermelhos não eram “más pessoas”, disse nesta segunda-feira Nuon Chea, antigo número dois de um regime responsável pela morte de cerca de dois milhões de pessoas entre 1975 e 1979 – cerca de um quarto da população do Camboja.

LEITURA RECOMENDADA: The Killing Fields

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: