É conveniente saber fazer contas

Segundo noticiava esta semana o Jornal de Negócios, “As dívidas do Estado a fornecedores relativas a pagamentos em atraso há mais de 90 dias ascendiam, no final de Setembro, a 5,4 mil milhões de euros (3,1% do PIB). Este é um aumento de mais mil milhões face aos valores inicialmente estimados para Junho” (meu destaque).

A situação é vergonhosa mas (infelizmente) não espanta dada a tendência dos organismos estatais para ultrapassarem prazos de pagamento. Tendência este que se agravou no corrente ano com a crise nas finanças públicas. O que já acho espantoso é alguém pretender imputar este descontrolo da despesa e os erros de registo  ao actual governo. Que o fizessem relativamente aos atrasos de pagamento ainda teria alguma base de sustentação (o que dada a conhecida falta de liquidez nos cofres públicos provavelmente implicaria conger total ou parcialmente novas despesas). Mas é não preciso ser um géni para saber que se no  final de Setembro há dívidas vencidas há mais de 90 dias isso implica que a despesa foi realizada até ao final de Junho. Ora se o governo apenas tomou posse a 21 de Junho isso implica que essa despesa é da responsabildidade do governo anterior.

É preciso realmente algum rigor. É verdade. A começar nalguns bloggers que falham nas contas de somar e subtrair.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: