Tag Archives: feriados

Acerca da comemoração do 5 de Outubro de 1910

A 5 de Outubro de 1910 um punhado de revoltosos depôs o rei e instaurou um regime republicano que se revelou extremamente intolerante, autoritário, instável e tumultuoso. Acabou por matar ou exilar muitos daqueles que se lhe opunham e queriam um regime verdadeiramente democrático. Não admira que uma década e meia depois a ditadura militar tivesse sido recebida como alívio pela grande maioria da população e a memória traumáticas da Iª República tivessem facilitado a instauração e a longevidade da ditadura do Estado Novo.

 Sem renegar nada do que aqui escrevi, se me dessem a escolher entre o regime monárquico deposto e a república jacobina não hesitaria em escolher a primeira. Sinceramente, mesmo em republicanos convictos custa-me a entender a insistência a comemorar a implantação de tal regime. A verdade republica democrática e tolerante só foi fundada após a queda do Estado Novo e devia comemorar-se a 25 de Abril (não só a data do golpe mas também das primeiras eleições) ou a 25 de Novembro (quando finalmente foi afastado o espectro da ditadura comunista).

Um feriado sagrado

O ex-Presidente da República Mário Soares afirmou hoje que o feriado do 5 de outubro é tão “sagrado” para os portugueses como o 25 de abril e defendeu a sua manutenção.”Em Portugal a maior parte da população é republicana. Eles [os portugueses] não gostaram dessa ideia e eu também não”

Duvido que a maior parte da população portuguesa se considere republica ou monárquica. O mais provável é que não veja vantagem na mudança de regime e defenda a manutenção do status quo seja ele qual for. De resto, basta verificar o “entusiasmo” com que os portugueses comemoram o feriado do 5 de Outubro a num sagrado ritual de compras ou praia.