Tag Archives: multiplicador keynesiano

A receita certa para o crescimento económico

“Um argumento gasto” de Fernando Gabriel (Gerontion)

Num importante artigo publicado hoje pelo The Wall Street Journal, Alberto Alesina avalia empiricamente o argumento neo-keynesiano da suposta necessidade de aumento da despesa pública, de forma a contrariar a redução cíclica da despesa privada e manter, ou até aumentar, a taxa de crescimento económico. A partir de uma amostra de 107 programas de ajustamento fiscal e 91 programas de expansão fiscal(*) promovidos em 21 países da OCDE entre 1970 e 2007, a evidência empírica disponível permite rejeitar claramente a hipótese neo-keynesiana. Aliás, sugere precisamente o oposto: a chave para o estímulo do crescimento económico reside em cortes permanentes da despesa pública.

Recomendo a leitura integral do post do Fernando Gabriel e do artigo de Alberto Alesina.

Muy raro

Espanta-me a unanimidade dos comentadores em torno dos novos rácios de capital exigiveis às entidades bancárias. Ou ainda não compreenderam bem as implicações das medidas ou então a fé nos poderes curativos do multiplicador keynesiano não tem tantos devotos como supunha. (felizmente)