Tag Archives: Setúbal

Finalmente

Ouvi hoje de manhã na rádio que finalmente foi confirmada a construção do centro logístico da Decathlon em Setúbal apesar de tudo os que os eco-idiotas das Quercus fizeram para o impedir. Um pequeno historial das absurdas posições da Quercus.

03-03-2010: Quercus vê na instalação de loja da Decathlon uma ameaça ao montado de sobro: “não foram “avaliadas alternativas à sua localização, situação inaceitável” [A Quercus é que sabe onde é que as empresas se devem instalar – se fosse naquele local acabavam os sobreiros em Portugal, imagino]

19-06-2010 Tribunal dá razão à Quercus e suspende processo de autorização para loja da Decathlon em Montado de Sobro: “não estamos contra a instalação da Decathlon em Setúbal, mas deve ser devidamente estudada a sua localização, podendo eventualmente a própria Unidade Comercial ou Loja Decathlon ser localizada dentro da área urbana de Setúbal” [leram bem, a Quercus acha que uma unidade logística daquela dimensão que serve unidades comerciais noutras localidades poderá ficar dentro da área urbana – é o cúmulo da eco-idiotice]

20-10-2010: Quercus obriga Decathlon a alterar projecto em Setúbal: ““O diálogo deveria ter sido feito antes, porque a Quercus tinha objecções desde o inicio” [leia-se: nós é que somos a autoridade], lamenta [a dirigente da Quercus] Susana Fonseca, reiterando que, ainda assim, “se verificarão perdas, uma vez que a replantação de sobreiros [cerca de 500!!!] não substitui os 9 adultos [leram bem, 9!] que serão abatidos”. Apesar da “derrota””

Portugal num estádio

Com algumas e honrosas excepções, nos últimos anos o Vitória (o de Setúbal para os mais distraídos) têm recorrentemente conseguido evitar in-extremis a despromoção para a 2ª divisão. Está completamente falido e espera há anos uma improvável salvação através dum negócio que envolve a vender o actual estádio (construído num terreno “emprestado”) e mudar-se para outro que será (eventualmente) pago por terceiros. A falência do BPN e o crash do mercado imobiliário tornaram este plano impraticável mas misteriosamente o Vitória lá vai sobrevivendo com frequentes rupturas de tesouraria e alguns meses de salários em atraso. Como dizia eu no início, para não variar, após uma época miserável este ano o Vitória safou-se mais uma vez por uma “unha negra” à despromoção. À chegada a Setúbal os adeptos receberam a equipa em “euforia”.