A solução final

Começa a ganhar peso a corrente de opinião que defende que devemos abandonar voluntariamente o euro e regressar às “desvalorizações competitivas” para reduzirmos de forma substancial (e rapidamente) os problemas dos endividamentos público e externo e ganharmos competitividade nas exportações. O que (normalmente) não explicam é que esta seria a melhor forma de garantir que nenhuma das reformas essenciais seria feita, perpetuando muitas das razões que nos trouxeram até aqui. Por outro lado, iríamos impor um empobrecimento substancial e generalizado que iria afectar tanto os que se endividaram de forma inconsciente como aqueles que geriram as suas finanças de forma regrada. Por último, querem mesmo devolver aos políticos o comando da fotocopiadora? Desejam mesmo o regresso da inflação?

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: